barracores

O Governo também recomenda: andem subam escadas, mexam-se

subamescadas

Partilhar artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Em cada quatro portugueses, apenas um cumpre o mínimo essencial de 20 a 25 minutos de atividade física diária. É um dado que faz disparar campainhas d alarme também no plano da decisão política.
É esta realidade o que levou à prioridade para o Programa Nacional para Promoção da Atividade Física, liderado por uma equipa que, para o desenvolver, propôs a formação de uma comissão interministerial com o encargo de dinamizar, com eficácia, de modo intersetorial boas práticas de exercício físico, portanto, de mais qualidade de vida.
A equipa intersetorial envolve seis secretarias de estado, tendo como base os ministérios da Saúde, da Educação, da Ciência. e do Trabalho. O objetivo vital de generalizar a prática de atividade física não implica que as pessoas passem a fazer desporto. O essencial é que cada pessoa tenha atividade física regular, diária. Pode ser o mais simples para a maioria, que é o caminhar: andar a pé. Por exemplo, adotar a prática de reuniões em caminhada. Há que mudar pequenos comportamentos para ser conseguida melhor qualidade de vida. Pode ser o passar a dedicar um pouco mais de tempo a passear o cão. Ou, como recomendam membros da comissão interministerial, subir as escadas em vez de usar sempre o elevador ou caminhar mais a caminho do trabalho.
O secretário de Estado do Desporto, João Paulo Rebelo, em entrevista ao JZ, nota as boas práticas que estão a crescer em diferentes empresas e locais de trabalho. Também refere grande empenho dos diferentes ministérios para promover a prática da atividade física “um bocadinho em todo o lado”.

A ambição essencial de população mais ativa, cultivando estilos de vida saudável, portanto, mais qualidade de vida, passa por semear a partir de muito novo. Por isso, tal como foi anunciado na apresentação, no Padrão dos Descobrimentos, neste 20 de abril d 2018, do relatório anual do Programa Nacional para Promoção da Atividade Física, uma das prioridades de ação é a de introduzir a prática de exercício físico logo nos primeiros 10 anos de vida. Criar bons hábitos, logo a partir do pré-escolar.

 

Tópicos

© Coletivo Zebra All rights reserved