barracores

O fisiologista do exercício complementa o médico

Vice-presidente da Associação Portuguesa dos Fisiologistas do Exercício sobre a importância de andar a pé

Partilhar artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Sandra Martins, vice-presidente da Associação Portuguesa dos Fisiologistas do Exercício

Sandra Martins, vice-presidente da Associação Portuguesa dos Fisiologistas do Exercício
“A locomoção é o que nos dá autonomia”, lembra Sandra Martins, vice-presidente da direção da recém-formada Associação Portuguesa de Fisiologistas do Exercício. Representa um grupo profissional cuja relevância se tornou principal como complemento da consulta médica: o médico aconselha o exercício, o fisiologista do exercício desenha o plano que indica a dose adequada de atividade física, propondo, para cada pessoa, no caso da caminhada, a duração e a passada que deverá ter.
O papel do fisiologista visa “ajudar a tirar mais partido para a saúde a partir da atividade que é a caminhada”.

Sandra Martins antecipa que, no futuro o fisiologista do exercício tenderá a fazer parte das equipas nas unidades e centros de saúde.

Esta dirigente da APFE falou ao JZ no final de um brainstorm promovido pelo Coletivo ZEBRA (Junho 2018) para debater com quinze especialistas o desenho e objetivos de programas de caminhadas para a saúde.

Tópicos

© Coletivo Zebra All rights reserved