FASE é o acrónimo que Shane O´Mara usa para medir e planificar a caminhabilidade (“walkability”) das cidades. FASE remete para fácil, acessível, seguro e estimulante. Assim deve ser o desenho que – enquadrado por vegetação, sombras, separação clara das vias para automóveis – torna agradável caminhar em meio urbano com aumento da nossa qualidade de vida.

Este conceito de FASE está definido no livro Elogio del Caminar, escrito por Shane O´Mara e publicado em Espanha pela Editorial Anagrama.

Shane O´Mara é investigador e professor de Investigação Experimental sobre o Cérebro no Trinity College da Universidade de Dublin, onde já dirigiu o Institute of Neuroscience.

Este investigador irlandês lembra que a nossa capacidade para caminharmos define-nos como espécie, e que andar a pé permite-nos pensar no que quer que seja e deixa-nos as mãos livres. Ao mesmo tempo que o andarmos a pé, destaca O´Mara, “ativa a nossa atividade cerebral” e funciona como “vacina contra a depressão”.

Neste livro Elogio del Caminar, Shane O´Mara insiste na importância de que “o hábito de caminhar seja algo de natural e frequente na nossa vida quotidiana”.

Nas 232 páginas deste livro é defendido como “urgência sanitária e de sustentabilidade”  que avance a metamorfose na estrutura das cidades, acabando d vez com a prioridade que tem sido dada aos automóveis privados. “Há que investir numa boa rede de transportes públicos não contaminantes e em vias convidativas para os peões”.  É o modo, conclui O´Mara, para conseguirmos “viver com mais saúde, menos inquietações psicológicas, mais sol e menos solidão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.